Nem tudo que quero
eu posso ter
Pois, as vezes quero
coisas tão pequenas
que as pessoas não iriam entender

Nem tudo que escrevo
as pessoas querem ler
Pois, as vezes escrevo
coisas tão minhas
que as pessoas não iriam querer saber

Eu quero ver
ver todos vendo como eu
E nem sei mais se quero
e o que quero

Nem tudo que é meu
é bem meu
Nem sei se alguma coisa é minha
Nem sei mais o que tenho
mas mesmo assim
me empenho
para ser de alguém
Pois se já não tehno, que alguém
me tenha e me complete
e me dê valor e me faça feliz
e se me dê para que eu a tenha


2 Comments

☆Anjo☆ disse...

Oiiiiii...Passando pra dizer que adoro suas visitas carinhosas, suas poesias, seu blog... rsrsrsrsrsr... Espero que o teu feriado tenha sido maravilhoso!
Aqui continua chove faz sol, chove... rsrsrsrsr Loucura!
Beijaum e bye bye
PS: Tudo que vc escreve eu quero ler! rsrsrsrs

☆Anjo☆ disse...

Oi Jônatas! Tá sumido! Comecei a escrever um Conto romântico, te espero lá no meu blog, quero sua opinião sincera!!!!
ótimo final de semana pra ti... beijos
bye