Eu já fui quem fui
Hoje ninguém mais sabe de mim
A não ser poucas pessoas
Que não vêem no meio o fim

Confesso que em certo lugar me perdi
e vetígios daqueles caminhos
em resquícios
ainda permanecem em mim

Mas a essência permaneceu intacta
e agora sendo eu novamente
só enxergam a mascára
O que posso fazer
para recuperar minha imagem exata?

Ah! As pessoas importam
importam tanto com o que passado foi
Vendo nos outros um espelho
um sinal sempre vermelho
que as impedem de mudar
Ah! As pessoas não acreditam

Eu já fui quem fui
hoje sou quem sou
mas olhando para trás
ainda sou quem sempre fui


2 Comments

Edy disse...

finooo..mandou bem...abraço

Jônatas R. Santos 13º disse...

Vlw mano! Aparece por aqui sempre, serás sempre bem vindo!