te amo em profundo silêncio
enquanto o mundo inteiro
quer gritar
eu, em profundo silêncio
guardo o respeito
e a vontade de te encontrar
aqui dentro do peito

se inverteram os valores
mas pra mim
ninguém precisa saber
o que guardo aqui dentro
ninguém
e hoje nem mais você

deram um ultra valor
as demonstrações explicitas
e públicas de amor
mas me guardo disso, hoje
com reverência te amo
em silêncio e temor

respeito meu ser
e as propriedades terapeuticas da dor
e matenho em segredo
minha esperança
meus desejos, meu amor

é que não tenho controle
sobre seus atos, desejos e vontades
por isso te amo em liberdade
Quem ama deixa livre
dor libertadora saber dessa verdade

te amo agora em segredo
em paz, e na medida máxima de bondade
que meu ser pode suportar
oxalá não gritasse o mundo pra mim
dizendo que assim
ninguém pode se sustentar

é que amam o amor que sentem
e não amam deveras o ser
por isso gritam
teem necessidade de se auto-convencer
do amor que na verdade não sentem
por isso para si mesmo mentem
não podem se conhecer

e eu
te amo em silêncio
profundo
e do fundo
do meu coração
desejo que um dia
a vida
possa nos dar
uma completa satisfação


One Comment

§Anjo§ disse...

Jônatas!
Mas se amas, fale, grite... Não guarde este sentimento tão bonito, não segrede!
Diga...
Lindo poema! Adoro suas poesias!

Muitos beijinhos, abraços
Bye bye
Anita do diarios-do-anjo.blogspot.com